CIMTB 2018 reúne desafio de Cyclocross/Gravel e E-bike

O segundo dia de competição da CIMTB Levorin encerrou com estreia: o Desafio Audax Cyclocross/Gravel. A prova fez sucesso entre os competidores da modalidade. O atleta Valmor Hausmann (Soul Cycles) se manteve invicto durante a competição e concluiu o percurso com 19’08”. Os competidores pedalaram durante quinze minutos e deram outras duas voltas na pista de cerca de 2 km. O ganhador foi premiado com uma Audax XC.A modalidade que é um ‘parente’ próximo do mountain bike, o CX,  surgiu na Europa para manter os atletas em forma e aquecidos no inverno e chega à CIMTB Levorin para deixar a competição mais eletrizante. “É uma modalidade que tem muito a agregar no mtb brasileiro pelo fato de usar muito a sensibilidade do corpo. A bike não tem suspensão e o pneu é mais fino. Tudo isso é muito bom para evoluir a técnica do mtb, o que já é feito la fora. É a primeira vez que Araxá promove essa modalidade e eu já participo da CIMTB há oito anos, gostei muito da iniciativa”, comentou.

E-bike

Na categoria E-bike a poeira levantou. Os atletas aceleraram no percurso que teve o mesmo tempo e número de voltas do Cyclocross. O ganhador Gustavo Vilela de Moraes concluiu a prova com 17’10”. “Gostei muito da corrida, eu nunca tinha participado e nem tinha usado uma Ebike, me surpreendi por ter sido a noite, tendo uma dificuldade a mais na pista que tem alguns obstáculos e muitas curvas. Acredito que isso agregou ainda mais”, destacou.