Cape Epic 2017 – Categoria masculina teve reviravolta e categoria feminina praticamente definida

A final da Cape Epic 2017 masculino promete ser bem emocionante depois que o campeão olímpico Nino Schurter e seu companheiro Matthias Stirnemann (Scott-SRAM MTB Racing), venceram a etapa 5 com 84 km nessa sexta-feira.

Graças a mais uma prova muito forte da dupla, eles também agora são líderes na geral.

Em segundo lugar chegaram Michiel van der Heidjen e Andri Frischknecht (Scott-SRAM Young Guns) e em terceiro lugar ficaram Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy (Investec-Songo Specialized) quase dois minutos atrás dos vencedores.

Já para Manuel Fumic e Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) o dia foi um terror. Eles terminaram em 9º essa etapa, o que significa que agora estão em terceiro na geral e Sauser e Kulhavy em segundo.

Após a vitória, Schurter parecia estar pronto para mais 84 km: “É incrível vencer uma etapa; As duas equipes Scott foram muito bem hoje, foi ótimo”.

A etapa 6 é conhecida como “etapa rainha” e é considerada a mais difícil de todas as outras.  É lá que vamos ver a temida subida de Groenlandberg e talvez um teste de controle físico e emocional.

Na categoria feminina, Esther Suss teve uma falha mecânica em sua bicicleta e precisou percorrer os últimos metros correndo. Robyn de Groot e Sabine Spitz (Ascendis Health) venceram no Sprint, mas apesar dessa terceira vitória, o tempo está se esgotando para tentarem o título.

Foi uma etapa suada para de Groot e Spitz, mas mesmo com todos os esforços, elas não conseguiram uma vantagem significativa nos 13 minutos da Meerendal.

Na categoria mista, foi outro dia de sucesso para a campeã olímpica Jenny Rissveds e seu parceiro Thomas Frischknecht (Scott-SRAM Nextlevel). Eles venceram com grande vantagem e parece que agora só um milagre tirará o título da dupla. Grant Usher e Amy McDougall (joBerg2c-Valencia) estão em segundo.