Priscilla Stevaux chega pela primeira vez à final da Copa do Mundo de BMX, na Argentina

O fim de semana foi especial para a ciclista Priscilla Stevaux (Shimano/Dougtraining/CCSJC). Na quinta etapa da Copa do Mundo UCI de BMX, realizada sábado (16) em Santiago del Estero, na Argentina, Priscilla conquistou seu melhor resultado na competição internacional, ao chegar pela primeira vez a uma final e garantir o oitavo lugar. No domingo (17), durante a sexta prova da temporada, a sorocabana disputou as semifinais e encerrou o dia em 15º lugar.

MTB Focus Raven Lite

Tanto na quinta quanto na sexta etapa, o título ficou com a colombiana Mariana Pajón, atleta GW/Shimano, seguida nas duas vezes da holandesa Laura Smulders. Simone Tetsche (DIN) foi top 3 no primeiro dia, enquanto no segundo a terceira posição foi de Marian Díaz (ARG). “O fim de semana inteiro foi muito legal. Ainda estava me recuperando de uma gripe e, assim, senti um pouco de dor de garganta durante os dois dias de competições. Consegui um ótimo resultado, não só na minha carreira como atleta, mas também para o País. Foi minha primeira final e o melhor resultado de uma mulher em disputas da Copa do Mundo de BMX”, revelou Priscilla Stevaux.

“Este ano foi ótimo para mim nas etapas da Copa do Mundo. Terminei em nono lugar no ranking geral, ou seja, fui muito bem. Fiz quatro semifinais e uma final. Em 2016 havia conseguido apenas duas semifinais no ano todo e, agora, cheguei no top 8 em uma das corridas, subindo ainda mais posições no ranking do evento. Considero uma grande conquista e enorme evolução. Volto para o Brasil já pensando em algumas competições, mas como a temporada internacional está no fim, já estou animada e focada no que posso melhorar em 2018, quando começará o ciclo olímpico de Tóquio. Quanto melhor iniciarmos esta nova fase, mais chances teremos de garantir vaga no BMX feminino na próxima Olimpíada”, completou a sorocabana.

Foto: Gabriel Querichelli/BrasilBMX.com.br