Hugo Prado Neto com problemas de saúde é obrigado a se retirar da Cape Epic 2018

Hugo Prado Neto com problemas de saúde é obrigado a se retirar da Cape Epic 2018

Trilhas longas, subidas pesadas, clima hostil, são muitos os atributos que fazem da Cape Epic a maior e mais difícil ultramaratona do mundo. E hoje, no quarto dia de disputa, acabou a competição para a dupla Hugo Prado Neto e Lukas Kaufmann, da equipe Cannondale Brasil Racing. O tempo seco gerou uma forte sinusite em Hugo, que com problemas respiratórios acabou abandonando a disputa em sua terceira etapa. Lukas seguirá como outcast e utilizará as próximas etapas da competição para evoluir em sua forma física, de olho nos próximos desafios de 2018.

A Cape Epic, que reúne além do Prólogo mais 7 etapas em dias seguidos, foi iniciada no domingo. No Prólogo, a dupla terminou na 27ª colocação. Na primeira etapa, que teve 110km e 1900 metros de escalada, Hugo e Lukas mantiveram a solidez no trabalho em equipe e alcançaram a 26ª posição na classificação geral. Mas já no terceiro dia, disputado na terça-feira com 106km com 2000 metros de acenção, Hugo sentiu problemas respiratórios e para complicar ainda mais, a dupla encontrou dificuldades na navegação e acabou perdendo muitas posições.

“Infelizmente faz parte do nosso roteiro problemas de saúde e é algo fora do controle, apesar de ter tomado todas as medidas possíveis para não entrar nessa situação em uma semana tão importante. O simples fato de eu ter feito tantos sacrifícios e tanto investimento nesse projeto, para eu ter decidido parar no meio, mostra que algo não estava bom. Mas agora é se recuperar e saber que a temporada está só começando”, disse Hugo sobre a decisão de abandonar a prova.

A decisão de Hugo foi apoiada por todo o time Cannondale Brasil Racing.

“Ontem o Hugo havia iniciado medicação, mas existia o risco. Hoje se sentiu fraco e completamente fora de seu estado bom. Sair agora é uma decisão inteligente porque não precisamos de mais um dia de esforço com possibilidade de agravar a situação e colocar a saúde dele em risco. O Lukas continuará sozinho, como parte de sua preparação aos próximos objetivos do ano”, explicou Loris Verona Junior, manager da equipe.

A equipe Cannondale Brasil Racing tem como patrocinadores as marcas Cannondale, que dá nome ao projeto, Shimano, ASW, Schwalbe, Stages, Crankbrothers, Fabric e Power Cycle, marcas referências quando o assunto é ciclismo. A Alquimia da Saúde é supplier da equipe brasileira.

Foto capa: powerhousebrasil.com.br

COMPARTILHE

Comente