Jens Voigt foi forçado a deixar desafio de maratona ciclística por uma infecção bacteriana na perna

Jens Voigt foi forçado a deixar desafio de maratona ciclística por uma infecção bacteriana na perna

O ex-pro Jens Voigt foi forçado a se retirar de sua tentativa de correr sete maratonas em sete dias após uma infecção bacteriana se desenvolver na perna esquerda.

O alemão de 46 anos completou sua quarta maratona na sexta-feira em Berlim, mas não conseguiu iniciar a corrida de sábado devido a dor e inchaço. Sob o conselho médico, ele decidiu retirar-se de sua tentativa.

“Eu acordei com uma dor pulsante na minha perna e mal consegui andar”, disse Voigt, que durante sua carreira profissional em ciclismo participou de 17 Tours de France.

“Outra visita ao hospital deixou claro que não haverá mais corrida ou ciclismo nas próximas duas semanas”.

Ele postou mais tarde: “Foi uma semana emotiva e ainda surreal o que aconteceu.”

“Eu corri 168,8 km em quatro dias que terminou em um desastre para minhas pernas. Eu recebi uma infecção bacteriana que se chama erisipela. Partindo foi a decisão certa. A saúde vem primeiro e essa é a razão pela qual eu estou apoiando o Tour de Cure da Austrália.”

Voigt publicou fotos de sua perna inchada nas mídias sociais. Ele disse em sua página do Facebook que os adeptos continuaram a correr em sua ausência.

Voigt era bem conhecido no pelotão profissional por ser um “homem duro” durante sua carreira profissional, que durou entre 1997 e 2014. Seu estilo de ataque e habilidade de contra-ação o viu ganhar duas etapas do Tour de France, um estágio do Giro d ‘Itália e vitórias gerais no Critérium International, Tour of Poland e Bayern-Rundfahr

Ele terminou sua carreira profissional em 2014, depois de andar na temporada final para Trek.

Crédito foto: Reprodução

COMPARTILHE

Comente