Vuelta a Espanha 2017 – Astana nega mal estar com Fabio Aru após ataque solitário na etapa 18

Vuelta a Espanha 2017 – Astana nega mal estar com Fabio Aru após ataque solitário na etapa 18

A Astana negou que o ataque solitário (e violento diga-se de passagem) de Fabio Aru na etapa de quinta-feira da Vuelta a Espanha 2017, teve um peso negativo para a equipe.

Focus Cayo Ultegra

Aru explodiu em uma subida e, por mais de 35 quilômetros permaneceu uma figura solitária entre o grupo de camisa vermelha e o de separação. Se ele tivesse conseguido vencer essa etapa, subiria três posições na geral. Mas no final, ele estava apenas a 12 segundos da frente do líder Chris Froome (Team Sky).

O diretor de esportes de Astana, Alexandr Schefer, disse à imprensa mais tarde que, para Aru, sua posição na classificação geral é irrelevante. Essa etapa fez mundo lembrar do que Aru é capaz de fazer. “Subir no pódio é praticamente impossível”, disse Schefer. “Quando Aru acelera há sempre uma reação dos outros atletas e ele não se importa de terminar em oitavo, nono ou décimo; Até agora não vimos muito de Fabio na Vuelta e acho que ele quis mostrar que está ali, firme.”

Aru deve deixar a Astana no final dessa temporada, por isso, especulações viram essa sua atitude na Vuelta como uma provocação. Schefer discorda: “Somos todos muito profissionais”.

COMPARTILHE

Comente