Ex-campeão olímpico Samuel Sánchez é pego no doping

Ex-campeão olímpico Samuel Sánchez é pego no doping

O campeão olímpico de 2008, Samuel Sánchez, possivelmente está perto do final de sua carreira depois de ser pego em um teste antidoping.

MTB Focus Raven Lite

O espanhol, que havia sido convocado pela BMC para a Vuelta a España 2017, perderá o início da corrida enquanto o caso continua. Ele já havia dito que estava empolgado para competir e queria lutar por uma vitória nas etapas.

Em um comunicado emitido na tarde de quinta-feira, a UCI explicou: “Anunciamos que o ciclista espanhol Samuel Sánchez Gonzalez foi notificado por Descoberta Analítica Adversa (AAF) do GHRP-2 em uma amostra de rotina em 9 de agosto de 2017“.

Os GH (GHRPs) são classificados como “Hormônios de Peptídeo, Fatores de Crescimento, Substâncias Relacionadas e Mimeticos”, e estão na lista proibida do Anti-Doping Mundial.

A UCI ainda acrescentou que o atleta foi suspenso provisoriamente e tem direito de solicitar uma nova análise. Aos 39 anos de idade, parece provável que o recente Tour of Poland tenha sido o último evento competitivo de Sanchez.

A BMC também comentou o assunto e emitiu uma declaração. “A BMC Racing Team foi notificada nessa quinta-feira, 17 de agosto, pela Union Cycliste Internationale (UCI) sobre uma potencial violação antidopagem por GHRP-2, por Samuel Sánchez Gonzalez“, afirmou. “De acordo com a política de tolerância zero da BMC, Sánchez foi provisoriamente suspenso e, até que os resultados da amostra B sejam fornecidos, nenhuma ação adicional será tomada.

Sanchez tornou-se profissional em 2000 com a equipe Euskaltel-Euskadi e competiu por mais de uma década. Mudou-se para o BMC Racing Team antes do início da temporada 2013 e permanece na equipe desde então. Os resultados de sua carreira incluem uma vitória olímpica, o segundo na geral do Tour de France 2010, cinco vitórias em etapas da Vuelta a España, mais vitórias na Vuelta al Pais Vasco e na Vuelta a Burgos.

COMPARTILHE

Comente