Etapas decisivas da Vuelta a Espanha 2017

Etapas decisivas da Vuelta a Espanha 2017

A Vuelta a España é a prova que fecha o calendário de Grand Tours do ano e, como todos sabem, é onde tem umas etapas montanhosas brutais. Começando (pela terceira vez na história) fora da Espanha, na cidade francesa Nimes, a corrida levará os atletas aos Pirineus logo nos primeiros dias, só para sentirmos tudo que ainda está por vir.

Focus Cayo Ultegra

Chris Froome (Team Sky), Alberto Contador (Trek-Segafredo), Vincenzo Nibali (Bahrein-Mérida) e mais outros nomes sedentos por uma vitória nessa corrida. Selecionamos algumas etapas que prometem fazer os atletas (e os espectadores) perderem o fôlego. Veja:

Etapa 3: Prades Conflent Canigó – Andorra la Vella (158,5 km)

O que torna essa etapa interessante é a sua localização. A primeira grande escalada tem mais de 2000 metros e as estradas sobem bastante desde o início. Na descida qualquer movimento dos ciclistas pode ser decisivo mais para frente.

O Col de la Rabassa tem mais de 13 km de extensão em quase 7%, seguido de uma descida e em seguida o Alto-de-la-Comella. Não dá para dizer que é a partir daqui que a Vuelta será conquistada até o final, em Madri, mas podemos afirmar que é aqui que ela pode ser perdida.

Etapa 11: Lorca – Calar Alto (187,5 km)

A primeira semana da Vuelta está tomada por subidas curtas e íngremes, como de costume. Podemos dizer que essa etapa 11 é indiscutivelmente o primeiro dia decisivo da corrida.

No trajeto, duas subidas de primeira categoria. O observatório de Calar Alto chega a 2000 metros acima do nível do mar e a previsão é de bastante calor. Essa etapa pode causar danos físicos reais e aí teremos uma boa ideia do desenrolar dos outros dias.

Etapa 16: Circuito de Navarra – Logroño (ITT – 40,2 km)

Enquanto a corrida é dominada por montanhas e subidas íngremes, essa prova de disputa de tempo merece todo foco. A extensão é de mais de 40 km, grande parte plana e na região vinícola de La Rioja. Froome pode esperar colocar pelo menos um minuto em seus rivais aqui. Em nível de comparação, o atleta da Sky colocou 1:57 em Alberto Contador e 2:16 em Nairo Quintana no teste de 37 km.

Essa talvez seja a etapa com potencial de ser a mais decisiva de toda a Vuelta.

Etapa 20: Corvera de Asturias – Alto de l’Angliru (117,5 km)

O apelido de “etapa da rainha” está se tornando cada vez mais comum no ciclismo profissional, mas essa etapa da Vuelta promete ser a cereja do bolo. No penúltimo dia, os atletas enfrentarão a mais famosa (e temida) escalada da prova. Sente só as estatísticas de Angliru: 12,5 km de subida, com média de 10% mas com pontos de mais de 20%.

COMPARTILHE

Comente