Os momentos mais marcantes do Tour de France 2017

Os momentos mais marcantes do Tour de France 2017

O Tour de França de 2017 nos brindou com momentos inesquecíveis do ciclismo. Essas últimas três semanas ficarão para a história e aqui lembramos os principais momentos que marcaram 2017.

Focus Cayo Ultegra

A chuva que derrubou Valverde

O Tour de France chegou ao fim precocemente para Alejandro Valverde. O principal apoio de Quintana na Movistar caiu no primeiro dia de competição, em meio a chuva, ele lesionou o joelho e precisou deixar o Tour.

Sagan desqualificado

Esse sem dúvida foi o momento mais polêmico do Tour de France 2017. Na etapa 4, durante um Sprint, Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) fechou Mark Cavendish (Dimension Data) e pareceu usar o cotovelo para distanciar o oponente. Cavendish caiu e fraturou o ombro. O júri decidiu expulsar Sagan, apesar dos dois já terem “feito as pazes”.

Acidente de Porte

Ritchie Porte (BMC) era visto como o oponente a bater Chris Froome nessa temporada, e ele realmente se mostrava pronto para esse embate. Na etapa 9, ele se perdeu em uma curva e sofreu um grave acidente onde envolveu também Dan Martin (QuickStep Floors). Ele deixou o Tour por conta das lesões sofridas.

Thomas fora

Geraint Thomas, vencedor da abertura, chegou a ficar em segundo na classificação geral, mas foi na etapa 9 que ele caiu e fraturou a clavícula. Para tratar, ele abandonou o Tour. Com Thomas, Valverde e Porte fora da competição, as demais equipes apenas competiram na defensiva para se manter no top 10.

Landa no ataque

Mikel Landa foi a surpresa na classificação geral. Ele perdeu de subir no pódio por um único segundo. Na etapa 13, ele atacou junto com Contador e gerou muita polêmica. Mas depois ele provou ser um parceiro leal de Froome. Mas, para o próximo ano, na Movistar, ele promete ser uma dor de cabeça para o atual campeão.

O ressurgimento de Uran

Na etapa 9, Barguil já comemorava a vitória quando os juízes revisaram a fita da chegada e determinaram que, na verdade, Rigoberto Uran era o vencedor. Uran não era visto na lista dos favoritos já tinha um tempo, mas ele provou ser o verdadeiro vencedor nesse Tour de France.

Kittel também fora

Foi na etapa 17 que Marcel Kittel deixou a camisa verde, e o Tour de France. Ele foi o sprinter mais dominante na corrida e venceu 5 etapas. Matthews se empolgou no ataque para ganhar pontos sobre Kittel, foi onde ocorreu o acidente. Ele já reclamava de dor nas costas e não deu mais para ele.

Froome imbatível

Froome vestiu por 15 dias a camisa amarela de líder. Na etapa 12 , em Peyragudes, ele a perdeu para Aru. Mas foi por pouco tempo. Na etapa 14, Froome batalhava contra Aru e nos metros finais o britânico levou a melhor, e a camisa amarela voltou para ele. O único ciclistas que não perdeu tempo para Froome na etapa de Rodez foi Uran.

COMPARTILHE

Comente