Tour de France 2017 – Warren Barguil venceu etapa 13 e Aru mantém liderança

Tour de France 2017 – Warren Barguil venceu etapa 13 e Aru mantém liderança

Warren Barguil (Team Sunweb) deu orgulho à França no dia da Queda da Bastilha com vitória nos Pirineus. Essa foi uma etapa curta, de 101 km, com três subidas e uma longa descida até o final, mas que representou uma das etapas mais emocionantes do Tour de France 2017.

Focus Cayo Ultegra

Barguil venceu em um grupo que contou até com o “ressurgimento” de Nairo Quintana (Movistar), que ficou em segundo, e Alberto Contador (Trek-Segafredo) que ficou com o terceiro lugar.

Chris Froome e todo o Team Sky voltaram a pressionar os rivais, mas mesmo com todo o esforço, Fabio Aru mantém a camisa amarela de líder por mais um dia. Aru está na frente de Froome por 6 segundos e o francês Romain Bardet (AG2R) está na terceira posição, 25 segundos atrás.

O desenrolar da etapa

Philippe Gilbert (Quick-Step Floors), Alessandro De Marchi (BMC) e Sylvain Chavanel (Direct Energie) formaram o primeiro grupo de separação do dia. De Marchi foi o escalador mais forte e deixou seus dois companheiros na ascensão.

Mais atrás, o líder do KOM, Barguil, atacou o pelotão na tentativa de conquistar os pontos da montanha. Crucialmente, ele foi seguido por Contador e Mikel Landa (Team Sky). Barguil, Contador e Landa finalmente deixaram De Marchi para trás, e então começaram a enfrentar o Col d’Agnes. Foi aí que Contador lançou sua jogada acompanhado de Landa, assim os dois conseguiram liderar.

Percebendo uma chance de recuperar o tempo perdido, Quintana atacou o grupo do Col d’Agnes. Com ele foi Alexis Vuillermoz (Ag2r), Michal Kwiatkowski (Team Sky) e Carlos Betancur (Movistar) para bater Barguil.

Faltando 58 km, Contador e Landa estavam na frente da corrida, com Quinata, Barguil, Vuillermoz e Kwiatkowski perseguindo-os.

Chris Froome atacou no último quilômetro do Mur de Péguère. Aru, Uran e Bardet seguiram com ele. Houve então numerosos ataques na descida final. Froome e Kwiatkowski usaram sua vantagem numérica para continuar aplicando pressão sobre Aru.

Barguil, mais uma vez, se mostrou forte no Sprint.

Apesar de todos os ataques e táticas, Froome terminou no mesmo grupo que Aru, o que significa que Aru manteve a camisa amarela e sua vantagem de seis segundos sobre o atual campeão.

Uran, entretanto, ficou em terceiro lugar e o companheiro de equipe de Froome Landa agora é quarto, com Martin em quinto e Yates em sexto.

COMPARTILHE

Comente