7 curiosidades sobre a penúltima etapa Crankworx em Innsbruck, na Áustria

7 curiosidades sobre a penúltima etapa Crankworx em Innsbruck, na Áustria

Crankworx chega a Innsbruck, neste domingo (25), com disputa acirrada pelo título e transmissão ao vivo pela internet

Ao começar no esporte, muitos dos praticantes se apegam às atividades, assim como aos ídolos. Agora, imagine que você está disputando um título mundial diante do atleta que te inspirou na infância? Esse é o momento pelo qual o sueco Emil Johansson está passando. Líder na categoria Slopestyle do Crankworx, o jovem de 18 anos está à frente de Ryan Nyquist, que tem o dobro da sua idade. E este é apenas um dos motivos pelos quais a penúltima etapa do campeonato, com transmissão ao vivo pela Red Bull TV, neste domingo (25), fará os amantes da bicicleta acompanharem o evento.

MTB Focus Raven Lite

Grandes nomes do ciclismo se enfrentam em Innsbruck, na Áustria, para a etapa da competição radical, cujos saltos das bicicletas impressionam e desafiam a lei da gravidade. Listamos, abaixo, sete fatores que todos os aficionados por esportes radicais precisam saber antes da primeira volta da competição, às 10h30 (horário de Brasília) do próximo domingo:

1 – Esta é a penúltima etapa do Crankworx. Já foram disputadas provas em Rotorua (Nova Zelândia) e Les Gets (França). A decisão acontecerá em Whistler (Canadá). Emil Johansson lidera o torneio com 182.33 pontos, seguido por Ryan Nyquist (175.33), Torquato Testa (161), Anthony Messere (156.33) e Nicholi Rogatkin (152.66).

2 – O sueco Emil Johansson é um dos atletas mais novos da cena. Completou, no início desta semana, 18 anos. E tem algumas curiosidades. Na infância, praticava handball e hóquei no gelo. Aos 11 anos, passou a se dedicar exclusivamente à bike. Sua comida preferida no café da manhã? Aveia.

3 – Innsbruck é um local que respira competições radicais. Já sediou, em duas oportunidades, os Jogos Olímpicos de Inverno. O esqui e o montanhismo são bastante procurados pelos turistas que visitam o local.

4 – A cidade é localizada no meio de altas montanhas, inspirando os atletas radicais. Além disso, o Crankworx é uma das provas mais desafiadoras e conta com paisagens deslumbrantes.

5 – Ryan é um dos mais vitoriosos ciclistas do mundo e tem 38 anos, um pouco mais do que o dobro de idade do seu adversário.

6 – Emil tem média superior a 90 pontos em cada etapa disputada. Ou seja, belas manobras não devem faltar. As pontuações dos cinco primeiros colocados nas provas já disputadas são:

Emil Johansson – Rotorua: 92 / Les Gets: 90.33
Ryan Nyquist – Rotorua: 91.33 / Les Get: 84
Torquato Testa – Rotorua: 93 / Les Gets: 68
Anthony Messere – Rotorua: 87 / Les Gets: 69.33
Nicholi Rogatkin – Rotorua: 95.66 / Les Gets: 57

7 – A maior nota em Rotorua foi de Nicholi Rogatkin, com 95.66. Já em Les Gets é do canadense Brett Rheeder, com 92.33. Vale lembrar que este só disputou a última etapa.

ONDE ASSISTIR

A transmissão ao vivo pode ser acessada pelo site www.redbull.tv no link, https://www.redbull.tv/live/AP-1Q849CRDW1W11/crankworx

COMPARTILHE

Comente