Funvic Brasil Pro Cycling toma segunda suspensão por doping em menos de 6 meses

Funvic Brasil Pro Cycling toma segunda suspensão por doping em menos de 6 meses

A equipe brasileira Soul Brasil sofrerá outra suspensão em um ano, e não poderá competir entre 15 de julho e 19 de agosto de 2017. Em dezembro do ano passado, a equipe sofreu outra punição de 55 dias o que atrasou o começo da temporada para eles.

Em um comunicado, a UCI explicou o fato. “Essa suspensão baseia-se na violação das regras anti doping cometida pelo ciclista Alex Correia Diniz em seu passaporte biológico de 2015, durante o período estipulado a equipe não poderá participar de qualquer evento de ciclismo internacional”.

A UCI explicou que o Brasil Pro Cycling estará banido das provas internacionais por 35 dias, entre 15 de julho e 19 de agosto. As regras da entidade permitem que uma equipe seja punida se ao menos dois de seus ciclistas violarem o código antidoping dentro do período de um ano.

 Os últimos casos envolvendo a Funvic Brasil Pro Cycling foram a violação do passaporte biológico de Alex Correia Diniz, em 2015, e o teste positivo para uma substância proibida de Otávio Bulgarelli, em 2016.

Outras equipes Pro como a Elkov-Author Cycling, a Pishgaman Cycling e a italiana Bardiani-CSF também sofreram suspensões por doping nessa temporada.

Foto capa: Tim de Waele/TDWSport.com

COMPARTILHE

Comente