Andriy Grivko foi punido pela UCI depois de soco em Kittel

Andriy Grivko foi punido pela UCI depois de soco em Kittel

A UCI anunciou hoje que Andriy Grivko (Astana) está proibido de participar de competições por 45 dias, começando em 1 de maio de 2017. Isso aconteceu por causa de um incidente ocorrido durante o Tour de Dubai em fevereiro, onde uma disputa por posição, terminou com um soco de Grivko no rosto de Marcel Kittel.

De acordo com o seu regulamento 12.1.005, a UCI pode emitir uma suspensão de um a seis meses para qualquer ciclista que “se comporte de forma violenta ou use linguagem difamatória ou que “suje” a imagem, a reputação ou os interesses do ciclismo e da própria UCI “.

Grivko foi expulso do Tour de Dubai após a etapa 3, quando o incidente ocorreu. Kittel sofreu um corte acima do olho esquerdo. O ciclista da Astana aceitou a decisão do júri, mas se opôs à manobra agressiva de Kittel.

“Estou de acordo com esta decisão, para mim não é o problema, mas todos devem respeitar um ao outro, mesmo sendo um líder; não pode empurrar os rivais para fora da estrada, é perigoso para todos”, disse Grivko e continuou: “ele queria tomar o meu lugar, e me empurrou várias vezes; com a minha mão eu tentei empurrá-lo de volta e acho que ele não entendeu, eu não sei.”

COMPARTILHE

Comente