Specialized se desculpa pelo acidente de Niki Terpstra na Paris Roubaix 2017

Specialized se desculpa pelo acidente de Niki Terpstra na Paris Roubaix 2017

Niki Terpstra (Quick-Step) não finalizou o Paris-Roubaix 2017. O atleta sofreu um acidente por causa de falhas mecânicas no sistema FutureShock da Specialized. Algumas imagens que foram compartilhadas nas redes sociais mostram o guidão de Terpstra completamente solto.

Segundo a Specialized, o ciclista solicitou a eles um cartridge rígido que não faz parte ainda da linha de produção e nem foi aprovado para ser usado em corridas. Os outros membros da equipe usaram o sistema não-rígido do FutureShock.

Essa não foi a primeira vez que o terreno cheio de pedras de Roubaix arrebenta os componentes das bicicletas. George Hincapie bateu na edição de 2002, depois que seu steerer tube rompeu. Em 2011, a garrafa de Tom Boonen escapou e ficou presa na roda traseira.

Sobre o ocorrido, Mark Cote, diretor de marketing da Specialized, escreveu essa declaração:

“No Paris-Roubaix desse ano, alguns ciclistas nos pediram um cartridge rígido do Future Shock nas suas bicicletas. Por isso desenvolvemos uma pré-produção desses equipamentos.

Niki Terpstra optou por usar esse modelo rígido na corrida. Por uma falha na comunicação da Specialized, o sistema de pré-produção foi colocado na bicicleta em vez de ser substituída pelo equipamento aprovado por nossos engenheiros. Como pudemos ver, o sistema falhou.

A segurança dos ciclistas é sempre nossa preocupação primordial e estamos aliviados que Niki não sofreu ferimentos graves. Esse foi um incidente isolado e que não representa riscos adicionais para os outros membros da equipe.

Nós da Specialized sentimos muito e assumimos a responsabilidade pelo erro. Mike Sinyard e eu nos desculpamos pessoalmente com Niki e toda equipe. Desejamos que sua recuperação seja rápida.”

COMPARTILHE

Comente