Mark Cavendish foi pego pela doença do beijo e fica fora das clássicas

Mark Cavendish foi pego pela doença do beijo e fica fora das clássicas

Mark Cavendish, 31 anos, não participou das clássicoas dessa temporada, e não compete desde o Milan-San Remo. Ele foi diagnosticado com o vírus Epstein-Barr durante um exame de sangue da UCI. Vírus Epstein-Barr (Mononucleose – No geral, a pessoa com mononucleose está recuperada em poucas semanas. Porém uma pequena proporção de doentes necessita de meses para ficar curada. Adolescentes e adultos jovens costumam contrair mononucleose infecciosa pelo beijo ou contato íntimo com alguém já infectado.)

Mark estava tendo fadigas inexplicáveis durante os treinos; Infelizmente não existe um tratamento eficaz para esse vírus e ele está se recuperando gradativamente; Iremos monitorá-lo com cuidado e agora é difícil prever quando ele irá retornar à sua forma, mas acredito que daqui duas semanas ele esteja bem melhor”, comentou o médico da equipe Dimension Data, Jarrad Van Zuydam.

Parece improvável que Cavendish participará do Tour de Romandie e Tour da Califórnia.

Cavendish fez uma campanha excepcional em 2016. Entre os destaques, ele venceu quatro etapas no Tour de France e levou prata nos Jogos Olímpicos do Rio, no Omnium.

Nessa temporada, ele conseguiu uma sequencia de top-10 antes de vencer a primeira etapa no Tour de Abu Dhabi em fevereiro. Já no Tirreno-Adriatico ele não conseguiu superar os sprints dos rivais, provavelmente já por causa do vírus que o acometeu.

O atleta é o segundo integrante da Dimension Data a contrair o vírus de Epstein-Barr neste ano. Jaco Venter ficou doente em janeiro e voltou a competir recentemente.

COMPARTILHE

Comente