Destaques do Tour de Flanders 2017

Destaques do Tour de Flanders 2017

Esse Tour de Flanders 2017 teve de tudo. Impressionantes performances, drama, táticas, alegrias, desgostos e tantos outros acontecimentos. Destacamos alguns lances marcantes dessa prova, confira!

O renascimento de Gilbert

Quando Philippe Gilbert anunciou sua saída da BMC Racing no final de 2016, muitos acharam que os anos de glória do atleta tinham acabado. Apenas três meses depois, a Quick-Step Floors ofereceu ao atleta um tipo de renascimento. No Flanders, Gilbert foi excepcional, o que lembrou muito seu auge em 2011.

Um acidente no meio do caminho

Como o próprio Sagan disse, não dá para prever o futuro. O acidente que tirou Peter Sagan, Greg Van Avermaet e Oliver Naessen foi um choque. Apesar de conseguir se recuperar rapidamente, Van Avermaet perdeu minutos preciosos e não conseguiu subir ao pódio.

Sagan sem sorte

Sagan passou bem longe do pódio dessa vez, terminou com uma diferença de três minutos em um final dramático para ele. Sua equipe, Bora-Hansgrohe, até tentou mas não conseguiu boa vantagem em relação aos líderes.

Ainda não foi dessa vez para Van Avermaet

A espera pelo título do Tour de Flanders vai perdurar mais um ano para Gerg Van Avermaet. O ciclista, de 31 anos, se preparou muito mas ainda não tem a vitória do Tour de Flanders na carreira.

O Muur desempenhou o papel final

Quando a rota foi revelada, muitos ficaram felizes ao ver o Muur-Kappelmuur de volta ao Tour e consideraram um ponto crucial do percurso. Antes da prova, essa nova rota parecia mais nostálgica do que técnica, mas se revelou bem mais difícil do que esperavam.

As baixas de Vanmarcke

Doença, acidentes, azar e um dedo esmagado. Essa foi a pior campanha de Sep Vanmarcke em clássicos da primavera. Aos 28 anos, o atleta ainda terá outras oportunidades e esperamos que essa fase passe logo.

Um golpe para o Team Sky

O Team Sky tenta há algum tempo, mas ainda não levou a vitória no Tour de Flanders. Ano passado Luke Rowe conseguiu terminar em quinto, a melhor colocação até agora da equipe.

Lotto Soudal na fossa

A equipe belga tem sido uma desilusão em provas de paralelepípedos. Eles conseguiram o quarto lugar em Kuurne-Bruxelas-Kuurne, o melhor resultado até aqui. O que parece é que os atletas não estão em forma e nem confiantes o suficiente para competir de igual para igual com as outras equipes.

COMPARTILHE

Comente