Avancini e Cocuzzi fizeram bonito e conquistaram prata e bronze na elite do panamericano de MTB 2017

Avancini e Cocuzzi fizeram bonito e conquistaram prata e bronze na elite do panamericano de MTB 2017

Com uma apresentação agressiva e muito técnica, os ciclistas brasileiros encerram suas participações no Campeonato Panamericano de Mountain Bike 2017, que aconteceu nas cidades de Paipa e Boyacá, na Colômbia. A equipe brasileira conquistou onze medalhas, sendo quatro ouros, três pratas e quatro bronzes. Na prova da elite, os ciclistas Henrique Avancini e Luiz Henrique Cocuzzi fizeram um excelente trabalho em equipe e conquistaram prata e bronze, respectivamente.

“Esse foi um Panamericano onde boa parte dos atletas chegaram com antecedência e fizeram uma boa preparação e aclimatação, então isso reflete diretamente nos resultados. O circuito era bastante difícil, técnico, mas acredito que todos estão de parabéns pelo trabalho realizado”, comentou Carlos Polazzo, técnico da seleção.

Henrique Avancini no panamericano de mtb 2017 na colômbia conquista medalha de prata
Chegando de uma maratona de provas na Cape Epic, onde foi considerado um dos grandes destaques da competição – vencendo duas etapas e liderando a prova por cinco dias – Henrique Avancini desembarcou motivado a brigar pela vitória da principal competição continental. Após uma forte largada, a liderança da prova acabou ficando com o argentino Catriel Soto (campeão em 2016) enquanto Avancini e Luis Henrique Cocuzzi trabalharam duro para manter o Brasil com dois atletas no pódio.

Campeão em 2015, o brasileiro entrou na disputa como favorito e desde o início buscou estar entre os líderes. Depois de superar duas quedas durante o percurso, Avancini acabou recuperando o tempo perdido e somou sua décima medalha em Pan-Americanos, terminando com a prata, seguido de Luiz Henrique Cocuzzi com o bronze. A vitória ficou com o argentino Catriel Soto. Guilherme Gotardello terminou na 15ª colocação, Rubens Donizete em 16º, Carlos Olimpio em 18º, Mario Verissimo em 21º e Sherman Trezza em 23º.

“Não esperava chegar tão bem fisicamente, considerando que eu estava competindo em uma prova de oito etapas a uma semana atrás. Mas consegui me adaptar bem a altitulde de 2600 metros, fiz uma boa prova, mesmo faltando lucidez em determinados momentos, que acabaram acarretando em dois tombos (3ª e 4ª voltas), consegui me recuperar e ficar bem fisicamente para disputar a medalha de prata com o Cocuzzi, que também fez uma excelente prova. Agradeço de coração a torcida de todos e apesar de não conseguir conquistar o ouro podem ter certeza que fiz o meu melhor”, declarou Henrique Avancini.

raiza goulão no panamericano de mtb 2017 na colômbia
Na prova feminina, Raiza Goulão largou na segunda colocação e brigou pela liderança boa parte do percurso. Mas a partir da terceira volta acabou sofrendo com problemas estomacais e foi perdendo posições, terminando na quinta colocação. A medalha de ouro ficou com a americana Erin Huck, seguida pela Mexicana Daniela Campuzano com a prata, e a argentina Maria Agustina com o bronze.

Destaque Sub-23

Na categoria Sub-23, a equipe brasileira também foi destaque com o ciclista José Gabriel, que conquistou a medalha de prata. Gabriel, que por muito pouco não ficou com o ouro, terminou a prova com menos de um minuto de diferença para o campeão, Jose Ulloa, do México. O colombiano San Pietralunga completou o pódio. O Brasil ainda contou com Bruno Lemes na 11ª posição, Mario Couto na 13ª, Edson Resende Junior na 14ª, Erick Bruske na 29ª e Samuel Marotta na 45ª posição.

josé gabriel no panamericano de mtb 2017 na colômbia conquista medalha de prata na sub23

José Gabriel comemora a prata – Crédito: CBC/Divulgação

Entre as mulheres, Karen Olimpio terminou no TOP10 conquistando a sétima colocação. Larissa da Silva ainda finalizou na 13ª posição. A argentina Luciana Roland levou a medalha de ouro, seguida pela mexicana Vega Monica com a prata e a colombiana Mera Leidy com o bronze.

Top3 por nação

Configurando entre os primeiros lugares do pódio em quase todas as disciplinas e categorias, a delegação brasileira encerra sua participação no Pan da Colômbia com a sensação de dever cumprido.

Ao longo de cinco dias de competições o Brasil conquistou onze medalhas e terminou como a segunda melhor nação na classificação geral. A vitória ficou com a Colômbia e o terceiro lugar com a argentina.

Fotos Maximiliano Blanco/CBC – Texto CBC

COMPARTILHE

Comente