Desafio dos Rochas 2017 com Daniel Zóia campeão da elite

Desafio dos Rochas 2017 com Daniel Zóia campeão da elite

Foto: Esporte na foto

O mineiro Daniel Zóia, que conquistou novamente o pódio máximo da competição, promete voltar em 2018, assim como muitos outros competidores que se encantaram com o evento.

A alegria em completar o circuito Amador (30Km) do Desafio dos Rochas 2017 era visível no rosto de dona Izailda Kmita Marques, neste domingo, dia 12. Também pudera, perto de completar 72 anos de idade, esta foi a primeira prova de mountain bike que participou na vida. E não era só isso o motivo de seu sorriso: estava na companhia de quatro filhos – 3 homens e 1 mulher -, três netos e um genro, que também participaram nos circuitos Amador e Cicloturismo, além do marido, que não competiu.

Assim como a família de dona Izailda, muitas outras participaram tanto das provas quanto das atrações que a organização preparou no parque de eventos, local da largada das provas, no último sábado e domingo. A 5ª edição do Desafio foi sucesso no número de atletas inscritos – 1.129 de 14 estados e 1 estrangeiro, do Paraguai – e também de público.

“Estamos muito felizes em ver que o Desafio se tornou um grande encontro de famílias e amigos apaixonados pelo moutain bike. É isso que nos inspira a cada ano querer fazer o melhor para todos”, comentou Hilário Rocha, que junto com a família organiza o evento.

No pódio do circuito Pró (100Km), categoria Elite Masculina, o mineiro Daniel Zóia da equipe Audax/FSA/Marzocchi conquistou o bicampeonato. A vitória segundo ele mesmo relatou não foi fácil, uma por causa da dificuldade do trajeto e outra porque seu principal concorrente era nada menos que o catarinense Ricardo Pscheidt, vencedor de várias provas da modalidade no país e até no exterior. Pscheidt chegou 22 minutos depois de Zóia, que fez o percurso em 04:45:27.

“Foi uma prova dura, em que várias vezes senti câimbra nas pernas, mas participar do Desafio é muito bom. Ano que vem eu volto para defender meu título”, comentou Zóia.

Na Pró Elite Feminina também deu bicampeonato, com a catarinense Tânia Clair Pickler Negherbon, que concluiu a prova em 06:12:01.

Diferente do ano passado, quando a chuva dificultou a vida dos atletas, neste ano o tempo bom durante a manhã ajudou, porém não era difícil encontrar quem estivesse com os pneus da bike cobertos de lama.

Tentando recuperar o fôlego, sentado no chão, Lucas Mello Bartholomeu, da equipe Sprint Bike de Capivari de Baixo (SC), diz que esta é a graça em participar do evento: “A gente vem por causa da dificuldade que o Desafio proporciona. Este é o segredo”. Lucas competiu no circuito Sport (50Km).

Confira o vídeo da prova abaixo:

COMPARTILHE

Comente