Equipe Orthocrin Lefty Team em mais uma batalha no MTB 12 Horas 2016

Equipe Orthocrin Lefty Team em mais uma batalha no MTB 12 Horas 2016

A 20ª edição da prova ciclística MTB 12 Horas do Brasil foi histórica, realizada no dia 26 de novembro de 2016 no Hotel Quality Serrazul, em Itupeva (SP). A competição contou com cerca de 350 participantes, disputas acirradas, trilhas e clima desafiantes, ora por sol escaldante, ora com chuva torrencial, revelando-se o puro mountain bike.

A equipe Cannondale Lefty Team – composta pelo lendário Tinker Juarez, Lukas Kaufmann, Bob Nogueira e Hugo Prado Neto – lutou bravamente em busca do título geral do MTB 12 Horas 2016. Com muita garra e determinação, os atletas que somam mais de 100 anos de experiência de mountain bike deram uma lição de profissionalismo e espírito esportivo. Pois mesmo diante de inúmeras adversidades, o time conquistou o título na categoria quarteto cadenza (destinada à soma da idade dos ciclistas acima dos 141 anos), consagrando-se vice-campeão na classificação geral, atrás apenas da equipe Oggi.

“Conseguimos manter uma disputa bacana pelo título até por volta das 10 horas de prova. Foi uma pena não ter ganhado, mas valeu pelo espírito esportivo que incorporamos. Ressaltamos o valor também da equipe vencedora, mas vale lembrar que nossa equipe vai além do contexto de vencer ou perder. Graças ao Bob Nogueira, tivemos uma estrutura de equipe “ProTour” e realmente isso faz a diferença para valorizar o mountain bike nacional,” comenta Hugo Prado Neto, que fez uma prova de superação, após recuperar-se de uma lesão sofrida na Ultramaratona de MTB Brasil Ride.

hugo-prado-neto-mtb-cannondale-2016

“O MTB 12 Horas já faz parte do nosso calendário. É um prazer correr ao lado desses caras, como o Lukas, o Bob e o Tinker Juarez, um atleta veterano que respeito demais,” acrescenta o treinador Hugo Prado Neto, que foi obrigado a minimizar sua performance por causa do joelho machucado no circuito que transformou-se em estilo “ciclocross”, após a chuva forte que caiu na região no final da tarde do sábado.

A competição foi disputada no percurso de XCO com aproximadamente 6,5km de extensão, com largada ao meio dia no estilo “Le Mans” (corrida a pé). Para as equipes, a sincronia no revezamento foi fundamental, mas entre um intervalo e outro das pedaladas, o carismático Tinker foi incansável ao atender os fãs, posando para fotos e distribuindo autógrafos.

Este foi a segunda vez que Tinker Juarez compete em equipe. Individualmente, o atleta norte-americano coleciona quatro títulos no MTB 12 Horas do Brasil (2003, 2005, 2008 e 2014). “Nunca imaginei que iria me divertir tanto em cima da bicicleta. Quando você entra para seu turno, é como se fosse uma corrida curta de cross country, mas aí vem a dor por acelerar por uma hora de esforço. Fiquei feliz que todos curtiram a prova,” comenta Tinker que esbanja experiência com duas participações olímpicas (Jogos de Atlanta 1996 e Sydney 2000).

Aos 55 anos, Tinker Juarez é um exemplo de longevidade nos pedáis: “Honestamente acredito que apenas pedalar sua bicicleta é um bom começo e o segredo da longevidade. Não faço nada especial. Eu pedalo todo dia e acredito que de alguma maneira fico em condição física ideal para pedalar qualquer prova de longa distância,”completa.

A equipe, que é formada por alguns dos principais mountain bikers em atividade no Brasil e no Mundo, encerra a temporada 2016 como modelo de inspiração para novos atletas, em que mesmo diante das dificuldades, desistir não é um opção… esse é o verdadeiro exemplo de paixão pelo ciclismo de montanha.

Fotos: Fabio Piva

COMPARTILHE

Comente