Equipe de ciclismo Funvic faz declaração a respeito de atletas pego no doping

Equipe de ciclismo Funvic faz declaração a respeito de atletas pego no doping

A equipe de ciclismo FUNVIC colocou uma nota em seu site a respeito dos casos de doping que foram divulgados recentemente, em que os atletas “Canibal” João Marcelo Pereira Gaspar e Wilson Ramiro Rincón Díaz foram pegos no exame anti-doping com a substância proibida CERA.

Em nota a equipe disse que cortou total relações com os atletas envolvidos no caso, ou seja, os atletas não fazem mais parte do time.

A divulgação da UCI sobre o caso dizia que além de punirem os atletas a equipe também pode ser oficialmente punida, com suspensão de até 12 meses sem participar de nenhuma competição.

O mais interessante é que os dois atletas que foram pegos, usaram a mesma substância que o atleta olímpico Kleber Ramos, que também faz ou fazia parte da equipe FUNVIC foi pego durante os jogos do Rio. Digamos que seja bem estranho três atletas da mesma equipe pegos com a mesma substância e ninguém saber de nada…

Basta saber o que vai acontecer com uma equipe que tinha tudo para dar certo, com bons atletas apesar de tudo, porém com uma gestão que deixou a desejar na questão de direcionar e monitorar os atletas. Só manchando nossa reputação como atletas, desportistas e até mesmo no quesito caráter!

canal-de-videos-de-mtb

Isso atrapalha muito quem está começando aqui no país a viver do ciclismo, difícil de ser respeitado, difícil de conseguir um lugar! Espero que sirva de exemplo para os que fazem uso de alguma substância ou para os que pensam em tomar algo… Bom, esses dois últimos parágrafos foi minha opinião pessoal ok!

Confira abaixo a nota da equipe no site:

“A equipe de ciclismo Funvic Soul Cycles & Carrefour vem por meio desta oficializar que encerrou seus contratos com os atletas João Marcelo Pereira Gaspar e Wilson Ramiro Rincón Díaz em caráter definitivo no dia 17 de novembro de 2016, após ter sido comprovado pela União Ciclística Internacional (UCI) que os dois fizeram uso de substância proibida para a prática do ciclismo profissional.

Vale lembrar que todos os atletas da equipe possuem o Passaporte Biológico da UCI. O Passaporte Biológico foi adotado desde que a equipe recebeu a licença Profissional Continental da UCI em 1º de janeiro de 2016. Desde então, os ciclistas podem ser acionados a fazer exames em qualquer dia e horário da semana, seja em competição ou fora. Para tal, o atleta preenche uma ficha online na qual insere o seu endereço diariamente, seja fora de competição, em competição ou em viagens. O objetivo é que ele esteja sempre disponível para todos os órgãos competentes de combate ao doping em qualquer lugar do mundo.

Os atletas deverão sofrer consequências e punições previstas pelo regulamento da prática esportiva no âmbito nacional e internacional.

A equipe Funvic Soul Cycles & Carrefour lamenta profundamente o fato e reitera que definitivamente não compactua com o doping.”

COMPARTILHE

Comente