Ciclista Le Roux defendeu-se depois de gancho de seis meses por um teste positivo de doping

Ciclista Le Roux defendeu-se depois de gancho de seis meses por um teste positivo de doping

O ciclista francês Romain Le Roux defendeu-se depois de ter sido condenado a seis meses de suspensão por um teste positivo de doping, alegando que ele estava apenas um micrograma sobre o limite para a pseudoefedrina, um fármaco descongestionante.

O atleta de 24 anos de idade, que corre pela equipe Continental Armée de Terre, foi adicionado à lista de sanções antidoping da UCI neste fim de semana, com a data da amostra positiva listado como 19 de junho deste ano, o último dia da Route du Sud, vencida por Nairo Quintana.

A proibição é eficaz a partir da data do teste e ele será capaz de retornar em 18 de dezembro, apesar de todos os seus resultados terem sido anulados. “Eu não sou um trapaceiro. Nunca enganei”, disse Le Roux em entrevista ao jornal francês Le Télégramme , explicando que ele tomou a substância devido às alergias graves, e que sofre a cada primavera.

Le Roux soube do teste positivo no mês passado, e diz que ele apresentou um dossiê de 35 páginas, contendo todas as suas receitas desde 2006, a UCI em uma tentativa de provar seus problemas de alergia.

COMPARTILHE

Comente