Chris Froome se diz surpreso com suspeita de doping sobre Bradley Wiggins

Chris Froome se diz surpreso com suspeita de doping sobre Bradley Wiggins

Bradley Wiggins foi autorizado pela União Ciclista Internacional (UCI) a inalar triamciolona, uma poderosa substância terapêutica, sob aprovação da Agência Britânica de Antidopagem (UKAD), dias antes das edições de 2011 e 2012, que venceu, do Tour de France, assim como no Giro d’Itália, em 2013.

Após o caso ter vindo a público através de um ataque no banco de dados na WADA por um grupo de hackers, o ciclista britânico de 36 anos, argumentou que precisou da substância para ajudá-lo a controlar um problema de asma.

Questionado pelo site britânico CyclingNews, Chris Froome afirmou ter sido a “primeira vez” que ouviu falar desse caso.

“Sem saber exatamente os detalhes da sua condição médica, é impossível dizer se ele praticou uma infração destas”, disse o ciclista da Team Sky.

Este mês, o jornal britânico Daily Mail referia a intenção da UKAD em interrogar o campeão olímpico e o diretor da Federação Britânica de Ciclismo (BC) até abril de 2014, Dave Brailsford.

Em resposta, ambos alegaram que “nada foi feito de forma errada” e que as substâncias tomadas “foram aprovadas” pela UCI.

COMPARTILHE

Comente