Fabian Rabensteiner e Alexey Medvedev da Trek San Marco vencem etapa 3 da Brasil Ride 2016

Fabian Rabensteiner e Alexey Medvedev da Trek San Marco vencem etapa 3 da Brasil Ride 2016

Brasil Ride 2016, principal prova de MTB das Américas, aproxima-se de sua metade, com uma disputa intensa entre os melhores ciclistas do mundo. Neste terceiro dia de prova, os atletas tiveram pela frente a primeira das duas etapas Rainha, com 92,1 km e 2.894 metros de altimetria acumulada. O destaque do dia foi a dupla da Trek San Marco II, composta por Fabian Rabensteiner (ITA) e Alexey Medvedev (RUS), que recuperou-se de um problema mecânico para vencer o terceiro estágio em 3h30min33. Pouco menos de dois minutos depois, chegaram Daniel Geismayr (AUT) e Joachen Jab (ALE), em 4h32min11. Tiago Ferreira (POR) e Roel Paulissen (BEL) completaram o pódio, em 4h35min37.

O italiano Fabian Rabensteiner e o russo Alexey Medvedev mostraram porque já podem ser apontados como um dos principais favoritos ao título da edição, com duas vitórias e a presença no pódio em todos os dias. Após Fabian ter um problema em seu câmbio próximo do km 30, a dupla perdeu cerca de três minutos dos principais rivais, para em seguida buscar os líderes, Daniel e Joachen, a poucos quilômetros do fim. Eles acrescentaram assim mais cinco minutos para Tiago e Roel, agora com 6min09 de folga na classificação geral, após as três etapas.

Fabian-Rabensteiner-e-Alexey-Medvedev-da-Trek-San-Marco-vencem-etapa-3-da-Brasil-Ride-2016-

Ney Evangelista / Brasil Ride

“Não foi um dia tão quente como os anteriores, mas estava muito úmido. Apesar de não ser uma etapa tão longa como a segunda, era bem difícil porque tinham muitas subidas e algumas muito íngremes. Havia muitos single tracks e todos muito técnicos, algo que me agrada. Talvez fosse até melhor ter uma bike full suspension para as características deste estágio”, avaliou Alexey. “Estamos realmente contentes com o resultado obtido e a manutenção da Yellow Jersey de líder”, complementou o ciclista da Rússia.

A segunda colocação no dia colocou a dupla da Centurion Vaude, formada por Daniel Geismayer e Joachen Jab no páreo pelo título. Algo especial para Daniel, que em 2015 esteve muito próximo do título ao lado do seu compatriota Herman Pernsteiner, que se acidentou poucos meses antes da Brasil Ride 2016. “Foi um dia bom, porque fomos rápidos. No prólogo e no segundo dia nós ainda não estávamos com as pernas boas, devido ao jet leg. O calor é um problema para nós, mas agora nosso corpo está bem adaptado. Estou positivo para os próximos dias. É uma sensação muito boa estar outro ano na briga pelo título”, analisou Daniel. “Gostei muito de estar acampado aqui na fazenda. Os atletas ficam juntos, amadores e profissionais. Mais aventura do que ficar no hotel. Gostei muito”, contou o austríaco.

Companheiro de Daniel, o alemão Joachen compete pela primeira vez a principal ultramaratona de MTB das Américas. “A corrida é muito difícil. A temperatura e a umidade são fatores muito difíceis para nós europeus. Saímos de 10, 11 graus e voamos bastante tempo para chegar aqui na quinta-feira, dois dias antes da prova”, destacou Joachen. “Estamos ficando cada vez melhor e nos acostumando bem”, concluiu.

Atual campeão do mundo de MTB Maratona, Tiago Ferreira reconheceu as dificuldades do dia. Mesmo não rendendo bem, ele e Roel seguem na vice-liderança. “Foi um dia bem complicado. A etapa foi dura, nos obrigando a caminhar com a bike em certos momentos, porque as subidas eram muito íngremes. Temos ainda bastante coisa pela frente. Vamos ver como serão os próximos”, comentou o atleta.

Top 10 – Terceiros colocados nos dois dias anteriores, Hugo Prado e Lukas Kaufmann (SUI) terminaram na quarta posição, seguidos de Ricardo Pscheidt e José Montoya (CRI), no melhor dia da dupla Trek Latin America. Completaram as dez melhores colocações Sherman Trezza (BRA) / Wolfgang Soares (BRA), Christopher Maletz (ALE) / Christian Kreuchler (ALE), Leão Pinto (POR) / Gilberto Góis (BRA), Edson Gilmar (BRA) / Bruno Martins (BRA), Hernani Sistelo (POR) / Andrew Rodrigues (POR).

Máster – Na categoria Máster, mais uma vez Bart Brentjens e Abraão Azevedo demonstram sua superioridade entre os atletas com 40 a 49 anos, com a terceira vitória consecutiva para os campeões mundiais. “Tínhamos muitas subidas e várias delas bem íngremes, bem difíceis de pedalar. Foi legal pelos single tracks, bem difícil como tem que ser uma prova por estágios”, destacou Bart Brentjens. “Duas das subidas eram difícilimas. Consegui chegar melhor do que na última etapa. E para variar o Bart consegui completar tranquilo. Nesta quarta teremos a segunda etapa Rainha, que promete ser tão dura quanto essa”, disse Abraão.

 

Quarta etapa – Nesta quarta-feira (19) o desafio prometer ser ainda mais intenso do que o da terceira etapa. A distância será menor do que os 92,1 km desta terça, 85,3 km, e a altimetria cerca de 70 metros maior, com 2.963 m. O percurso tem início nas estradas de terra no sentido de Guaratinga, com single track pelas matas e pequenas trilhas até a vila de Cajuita. Propriedades de cacau e trechos de Mata Atlântica por onde se locomoviam os antigos tropeiros da região, com subidas intensas, finalizam o desafio.

Resultados da terceira etapa – 92 km em Guaratinga

Open:
1- Fabian Rabensteiner (ITA) / Alexey Medvedev (RUS) – 4h30min33
2- Daniel Geismayar (AUT) and Joachen Kab (ALE ) – 4h32min11
3- Tiago Ferreira (POR) / Roel Paulissen (BEL) – 4h35min37
4- Hugo Prado (BRA) / Lukas Kaufmann (SUI) – 4h46min17
5- Ricardo Pscheidt (BRA) / José Montoya (CRI) – 4h50min07

Máster
1- Bart Brentjens (HOL) / Abrahão Azevedo (BRA) – 5h03min34
2- Pierre Bourkuenoud (SUI) / Serge Robadey (SUI) – 5h54min17

Ladies
1- Celina Carpinteiro (POR) / Ivone Kraft (ALE) – 6h37min41
2- Isabela Lacerda (BRA) / Letícia Candido (BRA) – 7h10min30
3- Janete Correia (BRA) / Joana Nobrega (BRA) – 7h47min40

Dupla Mista
1- Piero Pellegrini (ITA) / Annabela Stropparo (ITA) – 5h54min23
2- Valmor Hausmann (BRA) / Tania Pickler (BRA) – 6h19min57
3- Marcelo Moser (BRA) / Ana Luisa Panini (BRA) – 7h00min08

Grand Máster
1- Heleno Borges (BRA) / Paulo Vasconcelos (BRA) – 6h35min09

Nelore
1- Gerson Muhlbauer / Marcelo de Oliveira (BRA) – 7h39min43

Corporativa
1- Diego/Edson/Robson (BRA) – 6h02min14

Atenção – Os resultados completos e a classificação geral acumulada estarão disponíveis no site oficial: http://www.romasportsmkt.com.br/brasilride/live/

Texto: zdl.com.br

COMPARTILHE

Comente