Ciclistas sofrem com o calor no Campeonato Mundial de ciclismo de Doha

Ciclistas sofrem com o calor no Campeonato Mundial de ciclismo de Doha

Quando a UCI anunciou o Campeonato Mundial de ciclismo 2016 em Doha, no Qatar, muitos atletas ficaram com medo das altas (e até perigosas) temperaturas da região que chegam fácil aos 40º.

E, no último domingo, pudemos ver que realmente não está fácil suportar o calor. Para se ter uma ideia, a ciclista holandesa Anouska Koster perdeu o controle da bike e caiu. Ela ainda tentou continuar a prova, mas estava bastante desorientada e com dificuldades para se manter em pé.

Sua colega de equipe, Roxane Knetemann declarou que foi sofrido pedalar 40 km no deserto do Qatar: “se você envia ciclistas para uma prova de contrarrelógio nesse calor, certamente deveria se preocupar em ter pelo menos 10 ambulâncias prontas para socorrer os pilotos e a UCI não pensou nisso”.

“Isso foi uma combinação de fadiga e calor. Devemos ficar felizes por ela (Anouska) ter conseguido cruzar a linha de chegada”, disse a medalhista olímpica Anna van der Breggen. “Eu nunca pedalei com um calor assim, você chega no limite.”

COMPARTILHE

Comente