Renato Rezende em dia de superação total no BMX das Olimpíadas

Renato Rezende em dia de superação total no BMX das Olimpíadas

A quinta-feira, 18 de agosto, foi de muita emoção para o Brasil nas provas eliminatórias de BMX das Olimpíadas 2016. Renato Rezende mostrou muita garra para superar os obstáculos das quartas de final da competição masculina, que contou com a presença dos melhores pilotos da atualidade. Depois de três corridas muito disputadas, o brasileiro acabou na oitava colocação da fase e não avançou para as semifinais.

“Eu fiz tudo que eu poderia desde a preparação até o momento da minha participação. Superei duas lesões sérias esse ano, não é nada fácil conciliar os treinos com tratamento de lesões, mas claro que não são desculpas, cheguei aos jogos 100%. Foi uma pena, por muito pouco eu não consegui alcançar a classificação para as semifinais. O BMX é um esporte que tem bastante contato e dessa vez eu acabei fora das finais, infelizmente. Agradeço a Deus, minha família, toda a torcida pelo apoio, e também a confederação pela oportunidade de representar a seleção e pelo trabalho que foi desenvolvido nos últimos anos”, declarou Renato.
Renato Rezende no BMX das Olimpíadas
A primeira corrida do dia da bateria de Renato no Parque Radical de Deodoro começou intensa. Os adversários foram muito velozes, a competitividade estava muito alta e o brasileiro acabou cruzando na sexta colocação. Na segunda corrida da bateria, o piloto da seleção brasileira se recuperou e chegou a ficar em 3° lugar na penúltima reta, mas acabou se chocando com um concorrente e viu seu pneu furar, finalizando mais uma vez na sexta posição e cruzando a linha de chegada com a bike nos braços.

Na última das três corridas da sua bateria, Renato foi para o tudo ou nada, ganhou posições importantes no decorrer do percurso, porém após um choque com um piloto holandês, foi para o chão e quebrou o ritmo, encerrando mais uma vez em sétimo e ficando fora das semifinais.

“Foi uma prova muito complicada, mas ele se portou muito bem, brigou de igual para igual com atletas de alto nível. Infelizmente os acidentes acontecem e acabaram atrapalhando. Mas estamos muito contentes em ver como o Renato evoluiu e que essa experiência também o ajude a amadurecer ainda mais como profissional”, avaliou Daniel Jorge, técnico da seleção brasileira.

As semifinais e finais da prova masculina ocorrem nesta sexta-feira, dia 19. Antes disso, a partir das 13h30, a brasileira Priscilla Carnaval vai para a pista na disputa das semifinais da prova feminina. A grande final e disputa por medalhas tem início às 15h para as mulheres e às 15h10.

ASSESSORIA DE IMPRENSA – CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO Fotos: Marcelo Pereira/Exemplus/COB

COMPARTILHE

Comente