Raiza Goulão é top 10 do mundo no MTB, incentivo a mais para as Olimpíadas

Raiza Goulão é top 10 do mundo no MTB, incentivo a mais para as Olimpíadas

Atual bicampeã brasileira de mountain bike XCO, a ciclista Raiza Goulão vive um momento especial em sua carreira. Em atualização mais recente do ranking da UCI (União Ciclística Internacional) divulgada nesta semana, a goiana de 25 anos atingiu mais um recorde pessoal em sua carreira. Além de retomar o posto de melhor ciclista latino-americana, Raiza subiu para o décimo lugar do mundo, algo inédito para a ciclista, que fará no dia 20 de agosto sua estreia em Jogos Olímpicos, no Parque Radical de Deodoro, no Rio de Janeiro. A posição de Raiza só foi superada por Jaqueline Mourão, sétima do mundo em setembro de 2003.

“Foi uma excelente notícia quando soube que alcancei o top 10, algo tão desejado por mim. O objetivo real em 2016 era estar entre as 15 melhores do mundo e no ano seguinte sim estar entre as dez primeiras do ranking. Consegui antecipar essa meta já para este ano. Isto só me traz felicidade e confiança. Agradeço muito a todos que trabalham comigo e me dão forças para chegar aonde cheguei”, comemora Raiza.

Além de confirmar a vaga como representante brasileira no MTB nos Jogos Olímpicos, o ano de 2016 é especial para Raiza Goulão, por consolidar-se como melhor atleta da América do Sul e uma das principais das Américas. Raiza disputou todas as etapas da Copa do Mundo de MTB na temporada, com o 17ª lugar em La Bresse, na França, como melhor posição até hoje na competição. Na Campeonato Mundial realizado na República Tcheca, Raiza obteve também sua melhor colocação após três disputas na elite, com o 23º lugar. A cereja do bolo veio no Campeonato Pan-Americano, quando conquistou a medalha de prata após o décimo lugar em 2015.

Já no Brasil, ela foi a melhor ciclista nacional nas quatro provas que disputou, incluindo o título de bicampeã brasileiral de XCO. “Quando você chega em um nível deste, significa que o trabalho será ainda mais duro. Com treinos ainda mais fortes, para ter daqui para frente resultados tão expressivos quanto essa colocação no ranking. Vou em busca de grandes feitos e de fazer meu máximo em todas competições, a começar pela Rio 2016, com o foco de estar no top 15, o que seria a melhor classificação de uma brasileira até hoje”, avalia Raiza Goulão.

Agenda olímpica – Após disputar a etapa do Canadá da Copa do Mundo de MTB no último fim de semana, com a 25ª colocação em uma apresentação cautelosa, Raiza Goulão retornou para o Brasil e está em reta final de preparação para os Jogos Olímpicos. “Na segunda-feira, dia 15, embarco para a Rio de Janeiro e lá estarei hospedada na Vila Olímpica, podendo já vivenciar o clima olímpico. Nos dias 17 e 19 terei dois treinos muito importantes no Parque Radical, em Deodoro, e focarei apenas nos treinamentos na pista para no dia 20 fazer meu melhor”, relata Raiza. “Conto muito com o apoio da torcida brasileira. A energia que vem do lado de fora da pista será fundamental”, completa Raiza.

Foto capa: Armin Kustenbruck/EGO-Promotion – Texto: ZDL Comunicação

COMPARTILHE

Comente