Saiba mais o que é sobrecarga de treinos na bike

Saiba mais o que é sobrecarga de treinos na bike

O pessoal da IGP Sports juntamente com o super atleta do MTB Abraão Azevedo, sempre dão dicas para a galera, sobre treinos, competição, alimentação, etc. E dessa vez eles fizeram um texto bem legal a respeito de sobrecarga de treinos na bike, da uma olhada:

roupas-de-ciclismo-da-focus-como-comprar

A sobrecarga de treinos é um fantasma que pode atingir qualquer atleta – inclusive no mountain bike ou no ciclismo de estrada. Tanto para quem treina com foco profissional, como eu, como para quem pedala de maneira mais amadora, o overtraining pode atingir qualquer um.

Normalmente isso acontece quando o ciclista vai além dos limites do próprio corpo, muitas vezes se “auto-enganando” de que quanto mais treinar, melhor será o desempenho. Treinar bastante é importante, mas treinar com qualidade é mais importante ainda: existem teorias que dizem que algumas reservas energéticas do nosso corpo só são repostas durante o repouso.

A faculdade de Educação Física me ajudou a entender na teoria o que também aprendi na prática. É muito importante estar atento aos sinais do seu corpo para que o seu desempenho no mountain bike ou no ciclismo de estrada não sejam prejudicados. Existem muitos sinais, mas considero três deles os mais importantes – e podem ser facilmente identificados. Veja quais são:

– falta de “apetite” para pedalar

Não importa se você está acostumado a pedalar centenas de quilômetros por mês ou muito menos do que isso: a falta de motivação para subir na bicicleta pode atingir a todos. Se você está se sentindo sem a vontade de sempre para pedalar, fique ligado: você pode estar com sobrecarga de treinos.

– sonolência e indisposição para as atividades do dia a dia

A falta de vontade de subir na bicicleta é bem fácil de identificar. Mas às vezes essa ausência de apetite para as atividades do dia a dia também pode estar totalmente ligada ao overtraining. Se você está sem pique para fazer atividades que normalmente faz com total empenho… Bem, pode ser um sinal de que está treinando além do que deveria.

– alteração no sono

A sobrecarga de treinos pode causar alteração em um dos principais momentos de descanso de qualquer ciclista. E nem é só pelo excesso de sono: a falta de sono também pode ser um sinal de que você está com overtraining – o que pode afetar inclusive o seu sistema imunológico e deixá-lo irritado e de mau humor.

Como você pode perceber, a atenção com o seu corpo é fundamental. Afinal, ninguém conhece a gente tão bem quanto a gente mesmo – e o nosso corpo dá sinais sempre! Se você percebeu no seu corpo algum destes sintomas, o principal é fazer alguns exames de rotina. Muitas vezes pode ser uma simples anemia férrica (que pode ser facilmente resolvida).
Saiba-mais-a-respeito-de-sobrecarga-de-treinos-na-bike-e-overtraining
Mas se o seu corpo apresentar mais de um destes sintomas, ligue o sinal de alerta e procure um médico especialista em esportes para fazer o acompanhamento correto.

Para evitar a sobrecarga de treinos, é importante manter uma rotina de treinos de um profissional do treinamento esportivo. Além disso, duas outras dicas podem ajudar você:

– descanse de verdade

Não tem jeito, para evoluir em esportes como mountain bike, ciclismo de estrada e maratonas o atleta precisa treinar adequadamente (sem excessos) e descansar bem. Apenas o treino não é suficiente. Como eu disse antes, é quando descansamos que o organismo compensa o desgaste do treino e se prepara para uma nova sessão de exercícios.

– mantenha uma dieta equilibrada

A dieta de um atleta deve contemplar frutas, verduras e cereais integrais. É importante ter uma alimentação baseada em produtos in natura – o que eu costumo chamar de alimentos de verdade e não industrializados. O auxílio de um nutricionista ajuda muito, seja para quem pedala por lazer ou para quem pedala profissionalmente.

Fique ligado: para se caracterizar como overtraining é preciso que você sinta esses sintomas de forma recorrente, por pelo menos 5 dias consecutivos. Já ouvi relatos de atletas que com uma noite mal dormida ou com apenas um dia sem vontade de pedalar, acham que é sobrecarga de treinos – não é assim que acontece. Nestes casos, um ou dois dias de treinos leves já resolvem a situação.

Experimente seguir estas dicas e depois venha aqui me contar o que mudou na sua performance (e na sua vida!) depois. Bons treinos!

Texto base: www.igp-sports.com.br / por Por Abraão Azevedo / Foto capa: Divulgação/Scott

COMPARTILHE

Comente