Brasil terá dois representantes do BMX nas Olimpíadas 2016

Brasil terá dois representantes do BMX nas Olimpíadas 2016

A delegação brasileira na Rio2016 ganhou o reforço de mais dois grandes ciclistas. Nesta terça-feira, 30 de maio, terminou o prazo para pontuação no ranking mundial de BMX classificatório para os Jogos Olímpicos 2016 e de acordo com os critérios da UCI, o país garantiu duas vagas por mérito, uma no feminino e outra no masculino, na competição que acontece entre os dias 17 e 19 de agosto. No ranking entre nações masculino, o Brasil alcançou o 12º lugar entre 55 países. Já no ranking feminino, a nação ficou entre as 10 melhores do mundo entre 46 países.

De acordo com os critérios de classificação da UCI (União Ciclística Internacional) para o evento de BMX no Rio de Janeiro, os quatro primeiros países do ranking olímpico masculino terão direito à três vagas, do 5º ao 7º colocado serão disponibilizadas duas vagas e do 8º ao 13º haverá apenas um representante. Já na disputa feminina, as três primeiras nações tem direito à três vagas, do 4º ao 7º lugar conquistam uma vaga.

A excelente campanha brasileira se deu principalmente pelo intercâmbio contínuo da equipe durante todo o ciclo olímpico, uma vantagem possível graças ao investimento da Caixa Econômica Federal. Com o planejamento bem executado da CBC, os pilotos brasileiros tiveram a oportunidade de disputar os principais eventos do calendário mundial, como várias etapas da Copa do Mundo, Campeonatos Mundiais e provas do circuito europeu, além de realizar treinamentos intensivos em grandes centros esportivos, como o Complexo de Chula Vista, nos Estados Unidos, base de treino da seleção norte-americana e de vários atletas renomados do BMX mundial.

Representantes

Pelos critérios estabelecidos pela CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo), os dois melhores brasileiros no ranking mundial [2014-2016] terão direito às vagas. Assim, Renato Rezende e Priscilla Carnaval serão os representantes do país no BMX. Os atletas suplentes são Anderson Ezequiel Filho e Bianca Quinalha. O técnico Daniel Jorge foi designado para orientar a dupla e o mecânico será Eduardo Oliveira.

O piloto Renato Rezende, 25 anos, nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em Minas Gerais desde criança. Atualmente é um dos principais nomes do Brasil na modalidade, alcançando o feito de ter sido o primeiro atleta do país a representar o BMX em jogos olímpicos (Londres 2012), além de figurar entre os Top30 do mundo nas últimas temporadas. A paulista Priscilla Stevaux Carnaval, de apenas 22 anos, conquistou a vaga no feminino. Conhecida pela sua grande dedicação ao esporte, será a segunda brasileira a participar dos Jogos. A atleta Squel Stein estreou o BMX feminino brasileiro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Nota da ASSESSORIA DE IMPRENSA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO

Foto: Maximiliano Blanco/CBC

COMPARTILHE

Comente