Indignação de jornalista italiano sobre a saída de André Greipel do Giro d’Italia após vitória

Indignação de jornalista italiano sobre a saída de André Greipel do Giro d’Italia após vitória

O jornalista italiano Guido Rubino do site Cyclinside publicou um texto de indignação com o atleta vencedor da etapa 12 do Giro d’Italia 2016, André Greipel da equipe Lotto Soudal. Em que após a vitória o atleta se retirou da competição. Leia o desabafo abaixo:

“Não caros ciclistas, não se faz assim. Isso é uma vergonha.

Um ciclista que está em boas condições, com a camisa de líder não se retira. Greipel se justifica dizendo que o abandono estava programado após essa etapa. Eis que um corredor assim não deveria nem ter largado.

Grotesco escutar a entrevista dizendo que já sentia o cansaço das primeiras subidas do Giro. Feio, e permitam-me, soa ridículo ouvir isso de alguém que acaba de ganhar uma etapa. Cansado? Um vencedor não pode dizer que está cansado.

Embora um velocista forte possa ganhar mesmo se ele cruza a linha de chegada “morto”.
Pouco a acrescentar, exceto, é claro, que é uma pena. E hoje nós não publicaremos a foto do vencedor em Bibione. Não merece. Enquadramos somente as pernas. Essas são de um campeão, a cabeça não. E economize nas desculpas por favor. Tente usá-las com os patrocinadores, que certamente não estão fazendo um favor. E mesmo se eles estão de acordo, então há um problema se os interesses do ciclismo não coincidem com aqueles do patrocinador.

O Giro, então, deve trabalhar para se tornar um objetivo e não ser considerado uma corrida qualquer pelos ciclistas. Por que um quê de culpa, nesse sentido, há também. Vir ao Giro para treinar não é coisa de campeão”

Guido Rubino

COMPARTILHE

Comente