Novo Shimano SLX M7000 de 11 velocidades

Novo Shimano SLX M7000 de 11 velocidades

O lançamento da linha intermediária do grupo de componentes SLX da Shimano traz muitas das características do Deore XT com preço acessível, durabilidade e compatibilidade para torná-lo adequado a praticamente todos os praticantes de mountain bike. O design do novo SLX M7000, que estará disponível no Brasil à partir de setembro de 2016, foi focado nos diferentes estilos de MTB que existem atualmente. São atendidos três tipos de ciclistas com as opções de relação de marchas apresentadas: aqueles que preferem uma configuração 1×11 velocidades, com coroa única e foco na simplicidade; os que procuram uma configuração ideal de 2×11 velocidades e coroa dupla; ou então ciclistas que precisam de uma relação de marchas otimizada e a conveniência de uma relação tripla 3×10 velocidades.

Eficiência da transmissão – Leve e durável, o pedivela FC-M7000-11 (1×11 e 2×11) possui na versão 1×11 (coroa única) a tecnologia Dynamic Chain Engagement, para oferecer uma maior força de retenção da corrente, prevenindo a queda da mesma, até nas trilhas mais pesadas. Além disso, ele foi projetado visando rigidez e para oferecer uma troca de marchas altamente eficiente e precisa.

Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-velocidades-pedivela
Na configuração 2×11, as combinações de marcha próximas garantem que não haja buracos na relação, permitindo que o ciclista mantenha um ritmo eficiente através de toda a amplitude das marchas. As opções de configuração foram mantidas em pedivelas com capacidade de 10 dentes (34-24, 36-26 e 38-28 dentes). Os usuários de coroas únicas possuem a opção de coroas 30, 32 ou 34 dentes para combinar com duas opções de cassete (11-40 e 11-42 dentes). Especificações tipo B também estão disponíveis nos pedivelas duplos e de coroa única para acomodar cubos traseiros de 148mm sem prejudicar a linha de corrente.
Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-velocidades-mudadores-gatilho Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-manete-de-freioO sistema por trás dessas relações otimizadas ao ciclista é conhecido como DYNA-SYS11, que mistura a tecnologia de trocas de marcha e o design da Shimano, permitindo que os ciclistas produzam potência constante e eficiente, enquanto mantêm tração e embalo. Ao mesmo tempo, o pedivela 3×10 (FC-M7000-10) de relação 40-30-22 dentes e tecnologia DYNA-SYS, foi projetado para oferecer trocas de marcha consistentes com a relação mais eficiente e transmissão para ciclistas recreacionais de todos os tipos.

O novo design dos pedivelas 1×11, 2×11 e 3×10 vai além do que apenas estética e design. Vedações melhoradas no movimento central reduzem a entrada de água e sujeira, aumentando a durabilidade e mantendo a eficiência ao longo do tempo.

Na traseira, o cassete leve e minimalista de 467 gramas (11-40 dentes) segue a filosofia DYNA-SYS, permitindo que o usuário faça mudanças de marcha macias e precisas e rode na coroa que for mais eficiente por mais tempo. Aqueles que usam pedivelas 1×11 ou 2×11 também têm a opção de um cassete de 11-42 dentes para expandir as opções de marchas mais leves, enquanto que os que utilizam sistemas de pedivelas 3×10 podem escolher configurações 11-32, 11-34 ou 11-36 dentes do cassete CS-HG81-10.
Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-velocidades-cassete
As mudanças de marcha são feitas pelos trocadores ergonômicos Rapidfire Plus SL-M7000-11/10, permitindo que sejam trocadas até três marchas de uma só vez e é também possível fazer a troca para os pinhões menores com o dedo polegar ou indicador. Esse recurso simples, mas incrivelmente útil, também proporciona trocas consistentes e estáveis na dianteira e traseira. As opções de fixação I-spec II (SL-M7000-I / SL-M7000-10-I) e I-spec tipo-B (SL-M7000-B-I / SL-M7000-B-I) fornecem opções de cockpit ajustados ao ciclista.

Trocadores comandam e câmbios respondem. A tecnologia SHADOW RD+ oferece trocas rápidas e macias, juntamente com correntes mais estáveis, graças a um dispositivo de travamento do câmbio traseiro. O câmbio traseiro de braço médio (RD-M7000-11-GS) provê uma capacidade de 41 dentes, enquanto que o câmbio traseiro de braço longo de 10 velocidades (RD-M7000-10-SGS) possui uma capacidade maior de 43 dentes para compatibilidade com o pedivela triplo.
Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-velocidades-mudadores-gatilho
A potência de trocas dos câmbios dianteiros de 11 velocidades (FD-M7020-11) e 10 velocidades (FD-M7000-10) foi aumentada para permitir trocas rápidas com uma rota de conduíte eficiente e operação leve. As opções incluem o Side Swing, Top Swing e Down Swing para permitir compatibilidade com chainstays mais curtos, pneus mais largos e rodas de 27.5/29.
Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-velocidades-cambio-dianteiro Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-velocidades-cambio
Rolagem confiável – Os cubos SLX foram redesenhados para suportar todas as condições do tempo e ter um desempenho confiável graças às vedações de alta qualidade e esferas de contato angular. Os cubos FH-M7000/7010 também possuem um mecanismo de freehub refinado de engate rápido e de 360 graus, com 36 posições de engate. Os cubos dianteiros vêm com um peso reduzido de 189 gramas (HB-M7000) ou 148g (HB-M7010), enquanto os cubos traseiros têm 384 gramas (FH-M7000) ou 357 gramas (FH-M7010). Tanto o cubo dianteiro como o traseiro possui compatibilidade com os padrões Boost 110 e 148.
Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-velocidades-cubos
Supremacia de frenagem – A posição Rider Tuned do manete BL-M7000 possibilita um funcionamento suave, consistente e previsível do sistema de freio hidráulico (BR-M7000) e, combinado com os rotores SM-RT70 de 160, 180 ou 203mm, você tem à disposição um alto poder de frenagem em qualquer condição.
Novo-Shimano-SLX-M7000-de-11-manete-de-freio
Em suma, o novo grupo SLX M7000 alcança um nível de desempenho, eficiência, durabilidade e valor inigualáveis. Tecnologias encontradas nos componentes premium da Shimano foram transferidas para os novos componentes SLX M7000, deixando que o ciclista foque no que importa, tendo o máximo de diversão e prazer nos seus pedais.

COMPARTILHE

Comente

  • Marcio

    Tire uma dúvida, um k7 de 10v + corrente e passador de 10v, vai funcionar com alavanca passadora de 11v ?

  • Nossa cara, pra funcionar tem que ser tudo de 11v ou tudo de 10v, por ex. pode ser alavanca de 11v SLX e cassete xt de 11 e corrente de 11…