Nova York tem serviço de mudança com bicicletas de carga, já imaginou aqui Brasil?

Nova York tem serviço de mudança com bicicletas de carga, já imaginou aqui Brasil?

Os carregadores chegaram ao apartamento de Barbara Ross, no Lower East Side de Manhattan, levando sacolas de roupas e calçados, fotos emolduradas e caixas de CDs. Eles desciam os itens e os carregavam em quatro longas bicicletas de carga estacionadas na Ridge Street.

À medida que aumentava o número de objetos sobre as estruturas magras, as bicicletas lembravam uma fila de mulas de carga preparadas para uma travessia de fronteira. A carga, incluindo uma estante de livros de madeira de 2 metros de altura, estava presa por fortes cintas de lona e entrecruzadas por cordas elásticas. Os transeuntes olhavam curiosos enquanto os carregadores ajudavam a encaixar os objetos de formatos diferentes na plataforma de carga da bicicleta.

Nova York tem servico de mudanca com bicicletas de carga ja imaginou aqui Brasil_1

Durante mudanças de um apartamento para outro, as pessoas em Nova York costumam contratar empresas de mudança, lotarem seus bens em carros ou vans alugadas, ou transportarem caixas e móveis pelo metrô.

Ross, 52 anos, uma gerente de vídeo de treinamento que acabou de comprar um apartamento perto da Union Square, contratou os membros da Cargo Bike Collective (cooperativa de bicicletas de carga), um grupo livre de pessoas que possuem e andam em bicicletas extra longas, que as utilizam tanto em trabalhos remunerados quanto em projetos voluntários.

Nova York tem servico de mudanca com bicicletas de carga ja imaginou aqui Brasil_

Um antiga defensora do uso de bicicletas que se juntou à cooperativa, Ross já conhecia muitos de seus membros. Ela pagou aos quatro que compareceram um preço com desconto de US$ 400 (cerca de R$ 1.600) pela ajuda deles na mudança de seus pertences. O preço habitual seria de US$ 600 (cerca de R$ 2.400), ou US$ 150 por hora por um grupo de quatro pessoas realizando quatro horas de mudança, segundo Joe Sharkey, um membro fundador da cooperativa.

Fonte: The New York Times – Colin Moynihan Em Nova York (EUA) / Fotos: Karsten Moran/The New York Times

COMPARTILHE

Comente