Comissão Disciplinar ficará responsável pelo caso do motor escondido na bike

Comissão Disciplinar ficará responsável pelo caso do motor escondido na bike

Devido ao acontecimento no sábado, 30 de Janeiro, um motor escondido foi descoberto na bike da atleta Femke Van den Driessche (Bel), no Campeonato Mundial de Cyclo cross Sub-23 da União Ciclística Internacional (UCI), em Zolder, na Bélgica.

A UCI remeteu na última segunda, 10 de fevereiro, o processo à Comissão Disciplinar da entidade máxima do ciclismo mundial que irá ouvir todas as partes envolvidas nas próximas semanas.

A Comissão Disciplinar é o órgão encarregado de impor sanções pelo não cumprimento dos regulamentos da UCI. Segundo a União Ciclística Internacional não será dada nenhuma outra declaração até que se tenha chegado a uma decisão. O britânico Brian Cookson, presidente da UCI, disse na semana passada que o doping mecânico era uma realidade no cilcismo mundial.

 

COMPARTILHE

Comente