Possível motor é encontrado em bike de atleta no mundial de Cyclo-cross

Possível motor é encontrado em bike de atleta no mundial de Cyclo-cross

Hoje durante a disputa do campeonato mundial de Cyclo-Cross na categoria SUB-23 em Heusden-Zolder, na Bélgica, a atleta Femke Van den Driessche estava sob suspeita e teve sua bike investigada ainda durante a prova por fiscais da UCI, que detectaram algumas coisas possíveis de fraude!

“Nossos auditores fizeram uma checagem nas bikes nos pits e perceberam a fraude mecânica”, disse Peter Van den Abeele, coordenador da UCI. “Depois da primeira volta, percebemos uma espécie de aparelho eletrônico na bike, que foi imediatamente lacrada e colocada sob investigação”.

Possivel motor e encontrado em bike de atleta no mundial de Cyclo-cross

“Quando o selim foi retirado, encontramos cabos elétricos, esse foi um ponto, e depois quando tentamos tirar a pedivela, tivemos um pouco de dificuldade em retirar, porque estava presa à um tipo de motor”, finalizou.

Se realmente confirmado o doping mecânico, a atleta pode ser banida por seis meses e pagar uma multa de quase um milhão de Francos Suíços, de acordo com o regulamento da UCI nº 12.1.013.

Femke Van den Driessche, que já foi campeã europeia e belga em sua categoria lamenta o ocorrido, seu pai também presente deu o seguinte depoimento: “Tenho certeza que essa não é a bike dela, e com certeza a bike estava nos pits, mas pertence a alguém próximo a minha filha.”

Foto: Cor Vos

COMPARTILHE

Comente