GoPro perde mercado, lucros caem e começam rumores

GoPro perde mercado, lucros caem e começam rumores

Quando falamos de câmeras de ação logo lembramos da GoPro, marca de referência em um segmento que não tem parado de aumentar as vendas desde a sua criação.

Que suas câmeras são as mais vendidas não temos dúvidas, mas apesar disso nem tudo é mar de rosas na sede da empresa. Suas vendas seguem de vento em poupa, mas sua situação financeira e seu valor econômico não seguem o mesmo ritmo.

A marca apresentou seus números e previsões para futuro, que são uma mistura de boas e más notícias.

Os lucros aumentaram 16% em 2015. No entanto, as vendas de seu último grande lançamento, a GoPro Hero4 Session não atingiram os números esperados, que agora irá resultar em uma redução na força de trabalho de cerca de 7%, pouco mais de 100 postos de trabalho. Uma estratégia para combinar seu nível de crescimento com os seus recursos e com isso intestir entre 5 e 10 milhões de dólares para reestruturar toda a empresa durante o primeiro semestre de 2016.

Os lucros no último trimestre de 2015 foram de 435 milhões de dólares, são enormes cifras, mas que tem também tem um enorme ponto negativo para a empresa, devido a não chegarem a cumprir a própria meta que haviam colocado entre 500 e 550 milhões de dólares.

Outro problema que a GoPro possui atualmente são suas ações, que começaram a ser negociadas na NASDAQ em junho de 2014  a um valor de $ 35 e agora está sendo negociado a pouco mais de $ 11. Uma redução de cerca de 68%. Esta situação abriu especulações sobre o futuro da empresa e até mesmo ter começado com rumores de que a Apple poderia comprar a GoPro no futuro próximo.

Muitos dos problemas que a GoPro está tendo são devido à enorme concorrência que existe hoje no mercado de câmeras de ação, e que pouco a pouco estão comendo parte de seu enorme bolo. Para piorar a situação, o lançamento do drone da GoPro está muito atrasado ainda mais quando existem empresas com produtos já estabelecidos no mercado fica difícil a abertura e entrada.

COMPARTILHE

Comente