Cubana vence etapa 3 do Tour de San Luis e Janildes Fernandes ficou em 6ª

Cubana vence etapa 3 do Tour de San Luis e Janildes Fernandes ficou em 6ª

A terceira etapa do Tour de San Luis 2016, disputada nesta terça-feira (12) foi simplesmente emocionante. Janildes Fernandes, da seleção brasileira feminina de ciclismo de estrada, foi a protagonista do dia, conquistando o título de atleta mais combativa do trajeto entre Naschel e Merlo, o mais longo entre as 6 etapas da competição pelas estradas do centro-oeste argetino.

Em um percurso misto, mas muito rápido, o time brasileiro, formado por Ana Paula Polegatch, Camila Coelho, Clemilda e Janildes Fernandes, se posicionou muito bem durante toda a prova e partiu para o ataque. Clemilda tentou abrir fuga em alguns momentos, sendo neutralizada, mas foi a irmã Janildes que conseguiu se sobressair.

A brasileira seguiu quase 15 quilômetros escapada junto com a cubana Iraida Garcia, disputando com muita garra a liderança. Faltando dois quilômetros para a chegada, a cubana abriu vantagem e um pequeno grupo alcançou Janildes, que lutou bravamente por um lugar no pódio, encerrando a prova na 6ª colocação, após 2h15min13. A cubana Iraida Garcia garantiu o título da etapa, finalizando o percurso em 2h14min48, e também a liderança provisória na classificação geral individual.

“Por muito pouco não subimos ao pódio. Mas essa prova serviu para testar nossa preparação e ganhar ainda mais motivação para as etapas seguintes”, contou Janildes Fernandes.

Completaram o pódio a chilena Aranza Villaron e a polonesa Malgorzata Jasinska. Camila Coelho foi a 21ª colocada, Clemilda encerrou na 45ª posição e Ana Paula Polegatch ficou em 99º lugar. Flavia Oliveira não largou a etapa devido a uma infecção estomacal, mas foi medicada e se recupera sob cuidados da comissão técnica. O bom desempenho da seleção fez o Brasil alcançar a 9ª colocação na classificação geral entre as 22 equipes na véspera de uma das etapas chave da competição, o contrarrelógio individual de 12,8km válido pela 4ª etapa.

“Apesar da ausência da Flávia por problemas de saúde, o grupo permaneceu unido, focado na competição e sem deixar o psicológico afetar. Foi uma etapa muito positiva e nosso objetivo é permanecer evoluindo nos próximos dias”, destacou a Tenente da FAB Renata Gavinho, que está dirigindo a equipe brasileira na Argentina.

O Brasil também está sendo representado na competição pela ciclista Luciene Ferreira, que atualmente defende a equipe argentina Weber/Shimano e terminou a 3ª etapa em 87º lugar, e pela equipe Funvic, que teve Cristiane da Silva como a melhor do time, encerrando na 67ª posição, e está na 19 colocação na classificação geral entre as equipes. Na classificação geral Daniela Lionço é a 10ª colocada.

ASSESSORIA DE IMPRENSA
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO

COMPARTILHE

Comente