Entrevista Thomas Frischknecht gerente da equipe Team Scott Odlo MTB Racing

Entrevista Thomas Frischknecht gerente da equipe Team Scott Odlo MTB Racing

O suíço Thomas Frischknecht gerente da equipe Team Scott Odlo MTB Racing e tem quase 20 anos de copa do mundo, como gerente de equipe ele levou Nino Schurter aos títulos do Campeonato Mundial e medalhas olímpicas.

Nino que nasceu em 13 de maio de 1986, cresceu em uma família de bikers em Vals Valley, na Suíça. A combinação de potência e técnica impulsionou o atleta para os títulos, e aos 23 anos ele ganhou a Copa do Mundo na elite do MTB. Porém ainda tem algo engasgado em sua carreira, que é a maior derrota pra ele, a chamada medalha de prata dos jogos olímpicos de Londres em 2012.

Abaixo você pode conferir algumas perguntas para Thomas, o gerente da equipe sobre Nino:

Sobre Nino, por que você acha que ele tem tantas habilidades?

Thomas Frischknecht: Porque ele é extremamente profissional no que faz. Ele tem a ideia clara do que ele realmente quer, totalmente focado e tem a linha de chegada muito clara em sua mente. Por outro lado ele tenta se divertir sempre, e da pra se ver muito bem isso nas corridas, onde ele sempre tem a oportunidade de arriscar alguns saltos no estilo downhill! Ele não faz isso para mostrar aos outros, mas sim para sua própria diversão.

Nino é impressionantes das descidas técnicas, você poderia dizer que ele preferiria o downhill ou enduro?

Thomas Frischknecht: Nino certamente não é um piloto típico de cross-country. Ele vem de uma família onde a bike sempre esteve envolvida, e seu pai era treinador da equipe nacional de downhill. As disputas no downhill sempre aconteciam entre Nino e seu irmão Mario, que por sua vez era tão talentoso quanto Nino. Mas Nino decidiu que o cross-country seria de fato sua modalidade de sucesso e foi assim que começou a se destacar, ainda na adolescência.

Você se lembra como Nino entrou para a equipe?

Thomas Frischknecht: Em detalhe eu não me lembro. Foi por volta de 2003 quando Nino foi integrado em conjunto com Florian Vogel. Lembro que ele chegou e foi ganhando tudo, inclusive ficou em segundo no Campeonato mundial em Lugano.

Thomas Frischnecht gerente da equipe Team Scott Odlo MTB RacingThomas Frischknecht.

Nino já ajudou a desenvolver produtos, como por exemplo alguma bike especifica?

Thomas Frischknecht: Sim, antes dos jogos Olímpicos de Londres ele estava em dúvida em qual seria a bike ideal. Para ele a bike 29” ficou muito grande, e a 26″ era pequena demais e fora dos “padrões”. Então ele veio com a ideia de tentar algo novo, como a bike de 27,5”, na época havia um modelo com esse tamanho, mas nós desenvolvemos e participamos junto com a Scott para aperfeiçoar o que já existia e chegar no que temos hoje.

Nino é considerado tímido, ele não gosta muito de holofotes. Mas nas redes sociais ele é muito ativo.

Thomas Frischknecht: Ele separa bem o profissional da vida familiar, o que vejo é que quando ele posta algo nas redes, seja foto ou vídeo é porque ele realmente tem paixão por aquilo e não somente marketing.

Thomas Frischnecht gerente da equipe Team Scott Odlo MTB RacingThomas Frischknecht.

Nino é considerado uma estrela na Suíça?

Thomas Frischknecht: O esporte em si, principalmente o MTB e o ciclismo tem uma grande importância no país. Afinal a Suíça não é internacionalmente bem sucedida em muitos esportes, mas temos nossas estrelas, como Nino Schurter, Fabian Chancellara, Roger Federer e Dario Colognia.

A entrevista original você pode conferir no site: www.bike-magazin.de

COMPARTILHE

Comente