Dicas de cadência no pedal – Reinaldo Colucci

Dicas de cadência no pedal – Reinaldo Colucci

Reinaldo Colucci, triatleta Scott, campeão Pan-Americano e competidor com experiência em duas edições de Olimpíadas e escreveu um texto bem interessante com algumas dicas de cadência no pedal.

Descobrir a cadência ideal não é uma fórmula matemática, muito menos um processo igual de pessoa para pessoa. É autoconhecimento. Um exercício do próprio desempenho e observação que leva tempo para ser concluído – mas que pode ser aprimorado. O processo para chegar nesse entendimento pode ser resumido em 3 fases:

1 -Entenda o seu corpo: a cadência é algo muito individual. Não é porque a gente vê um ciclista profissional pedalando a 100/110 rpm (rotações por minuto) que todo atleta de estrada deve pedalar nessa cadência.

Cada um tem o seu tempo para descobrir qual é a cadência ideal e acho que um dos pontos mais importantes é entender o limite do próprio corpo. A cadência é algo que engana muito. É possível estar devagar, mas com cadência alta. Ou até ir depressa, mas com a baixa cadência. Por isso, autoconhecimento é fundamental e siga as dicas de cadência no pedal.

2- Encontrando a cadência ideal: para encontrá-la é preciso treinando, pedalando, experimentando diferentes cadências. Comigo foi assim. É muito importante que cada ciclista conheça o seu limite e que não sinta dores musculares constantes ao pedalar. Se isso acontecer, é indício de que a cadência não está adequada.

Outra coisa: ser paciente nessas pedaladas é fundamental. A cadência correta para você não vai ser encontrada de um dia para o outro.

Dicas de cadência no pedal - Reinaldo Colucci Scott

3- Tecnologia a favor: busque o auxílio de um velocímetro que marque a cadência. Isso também ajuda muito. Fala-se muito em adquirir um potenciômetro, mas para mim esse é um equipamento muitas vezes caro para quem usa a bicicleta por lazer. Procure alternativas como os aplicativos que transformam os celulares em verdadeiros ciclocomputadores.

A cadência é um parâmetro de técnica, de qualidade e de pedalada muito importante, que muita gente ignora. Fique de olho na sua e melhore – cada vez mais – seu desempenho. Fica a dica, senhoras e senhores!

Texto fonte: IGP Sports, por Reinaldo Colucci.

COMPARTILHE

Comente